TELEFONE-NOS : + 351 21 441 8195

CEO


armando

Uma espécie de provocação e convite à reflexão colectiva, com vários significados: o mais simples de todos eles, está por detrás das iniciais do seu nome, Armando CArdoso SOares.

Orgulhosamente português, mas com Angola a correr-lhe no sangue, afirma-se como o fruto de um feliz casamento entre a Europa e África.

É praticante assíduo de meditação, cujas técnicas ensina, sendo presença habitual em longos retiros meditativos e/ou ligados a diversas correntes xamânicas. É leitor e escritor compulsivo e ainda audiófilo militante.

Gestor, é ainda consultor na área da comunicação e de recursos humanos. É licenciado em sociologia pela Universidade Nova de Lisboa, com um minor em Ciências da Comunicação. Tendo-se interessado desde sempre por medicina e pelas terapias não convencionais, tornou-se terapeuta credenciado de massagem de som, com taças tibetanas e gongos, (academia portuguesa representante do Peter Hess Institute, sediado em Uenzen – Alemanha).

Tirou entre outras formações holísticas, o curso de fitoterapia em medicina tradicional chinesa e medicina ocidental, na Associação Portuguesa de Medicina Tradicional Dragão Dourado.

Compositor, letrista e percussionista há mais de duas décadas, passou pela Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal, no curso de bateria. Mais tarde, apaixonou-se pelo piano e pela música electrónica, concluindo o curso de produção musical e de DJ, na Escola Dancefloor.

A intervenção política esteve sempre presente, tendo presidido quer à Associação de Estudantes da Escola Secundária de Linda-a-Velha, quer à Associação Académica do ISCTE, onde também foi estudante, a par da Universidade Nova de Lisboa.

Está ligado aos órgãos sociais de várias Associações Sem Fins Lucrativos, sempre em regime de voluntariado, presidindo desde 2009 à Direcção da centenária Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Dafundo.

Fundou a Associação Sem Fins Lucrativos Luchapa em 2011, com um punhado de oeirenses, na expectativa de dinamizar o Palácio do Egipto e o centro histórico, contribuindo para o enriquecimento artístico, cultural e espiritual, em primeiro lugar de Oeiras: o seu concelho de sempre.

Desempenhou diversas funções na Juventude Social Democrata (nomeadamente Coordenador Nacional do Ensino Superior na Comissão Política Nacional da JSD presidida por Pedro Duarte) e no PSD como as de Conselheiro Nacional ou de Presidente de Mesa do Plenário da concelhia de Oeiras.

Foi deputado municipal em Oeiras, adjunto do Presidente da Câmara Municipal e deputado da Assembleia da República na actual XIII legislatura, ainda que por um breve período e em substituição, mas afirma-se cada vez mais independente e apartidário, cansado que se diz de: “uma forma de fazer política transversal a todos os partidos do arco do poder, que não cativa, não resolve os problemas das pessoas e não as conduz por um sonho colectivo realizável e alcançável, através do mérito e da igualdade de oportunidades”.


VISITE O SITE PESSOAL:

www.armandosoares.pt